A carregar...

Rolhão LIPO

Moita, Novembro de 2012 


O Rolhão LIPO, equipamento para reciclagem de rolhas de cortiça usadas da OVO, uma marca OTTO, líder Ibérico no segmento de mercado de contentorização temporária de resíduos e reconhecida pela introdução de soluções inexistentes no mercado nacional, pretende revolucionar este ano a reciclagem de resíduos de cortiça em Portugal, dispostos por todo o país através de uma parceria com a Corticeira Amorim.

Este equipamento de reciclagem, com um design muito apelativo, foi desenvolvido pela Otto em parceria com uma empresa nacional corticeira por incorporar a cortiça granulado de cortiça no polietileno, sendo o primeiro resultado desta incorporação o rolhão LIPO, devido à crescente procura de equipamentos para a reciclagem deste tipo de materiais. Este pode ser directamente colocado ao Ecoponto ou fixado em postes ou paredes.

Os rolhões LIPO pretendem chegar aos municípios e munícipes, que poderão passar a reciclar rolhas de cortiça usadas, um material cada vez mais apreciado e reconhecido nacional e internacionalmente, podendo dar origem a vários outros produtos com diversas aplicações, nomeadamente na área da indústria e da construção civil, após o seu tratamento. Esta ideia surge com a procura crescente de objectos de cortiça cada vez mais utilizados no dia-a-dia dos portugueses, que podem agora através da reciclagem desses materiais, depositados no rolhão LIPO, ganhar uma nova vida. A rolha de cortiça torna-se assim um resíduo ecológico, ao mesmo tempo que contribui para a defesa do montado de sobrado uma vez que a cortiça, um dos produtos com grande aposta de produção nacional, é um produto que necessita de longo tempo de crescimento, o que a torna um bem com produção limitada.

Esta invulgar combinação de cortiça com polietileno transmite ao produto características estéticas bastante interessantes, possuindo melhores propriedades acústicas, contudo mantém as principais propriedades mecânicas. O rolhão LIPO pode ser colocado directamente no Ecoponto existente ou então pode ser fixado em postes ou paredes.

O município de Alcácer do Sal está a colocar 21 rolhões LIPO no município, especialmente junto aos restaurantes, mas que também devem ser utilizados pelos cidadãos na reciclagem de rolhas, contribuindo para o meio ambiente. Estão ainda previstos estes contentores em vários outros municípios espalhados pelo país.



Sala de Imprensa

Fique a par de tudo o que se diz

sobre nós nas notícias.

Subscreva a nossa
Newsletter

Receba as nossas novidades directamente no seu e-mail.